MENU

Profissionais de educação: Vai ter greve e muita luta!

Publicado: 01 Junho, 2022 - 19h26 | Última modificação: 01 Junho, 2022 - 19h35

Escrito por: Isabelle Gomes, CUT-Rio

Divulgação
notice

Centenas de profissionais da Educação das escolas públicas municipais do Rio de Janeiro entraram em estado de greve e decidiram realizar uma paralisação de 24h no dia 2 de agosto, data do reinício das aulas no segundo semestre. A decisão foi tomada em Assembleia promovida pelo SEPE-RJ (Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Estado do Rio de Janeiro), entidade filiada à CUT, nesta quarta-feira (1), na quadra da Escola de Samba Estácio, na Cidade Nova.


Após a Assembleia, centenas de profissionais saíram em passeata até à sede da Prefeitura onde se reuniram a outros servidores que também demandam recomposição salarial entre outras reivindicações. Segundo os organizadores, a manifestação conjunta reuniu cerca de 800 pessoas. Uma Comissão de Negociação foi formada, pediu audiência com o prefeito Eduardo Paes, mas não foi recebida nem pelo prefeito nem por qualquer representante do município do Rio.


Os profissionais de educação da rede municipal reivindicam recomposição salarial de 22,77%, índice relativo ao INPC acumulado de março de 2019 (data do último reajuste) até dezembro de 2021. Entre as perdas da categoria está ainda o aumento do desconto previdenciário de 11% para 14%.