• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Nota de pesar pela morte de Francisco Abdala, o Chicão dos Bancários Rio

Publicado: 16 Junho, 2020 - 15h10

Escrito por: CUT Rio

Arquivo
notice

A CUT Rio lamenta a morte do companheiro Francisco Abdala, aos 58 anos, que morreu nesta terça-feira, 16 de junho, vítima da covid-19. Chicão, como era conhecido por todos, era titular da Secretaria de Bancos Privados do Sindicato dos Bancários Rio e funcionário do Itaú. Estava internado há 50 dias na UTI do Hospital Israelita Albert Sabin, no Rio de Janeiro, por conta do novo coronavírus e infelizmente não resistiu.

Ingressou na categoria em 3 de novembro de 1985, no Banco Comercial. Trabalhou também no Agrobanco e no Banerj. Participou da luta contra a privatização do banco estadual, que foi comprado pelo banco Itaú durante o Governo Marcello Alencar (PSDB).

Neste momento de ataques a direitos é ainda mais triste perder dirigentes atuantes, que pautaram sua vida na defesa dos trabalhadores. Fica aqui a homenagem da CUT Rio para esse companheiro de luta, que tinha a alegria como a marca registrada. Chicão, siga seu caminho, com seu jeito inconfundível de organizar, reivindicar e fazer tudo ficar mais alegre.