• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Mobilização pelo #ForaBolsonaro cresce no Rio de Janeiro

Sábado será dia de manifestações em todo o estado, no Brasil e no exterior

Publicado: 22 Julho, 2021 - 13h41 | Última modificação: 23 Julho, 2021 - 13h53

Escrito por: CUT Rio

Divulgação
notice

As mobilizações pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL) crescem no Rio de Janeiro, em todo o Brasil e no exterior. Dezenas de municípios do estado já confirmaram mobilizações locais como parte do ato nacional unificado, que acontece neste sábado (24) "Fora, Bolsonaro”.

Leia mais: #24J: Já tem 300 atos ‘Fora, Bolsonaro’ confirmados. Confira a lista

São municípios da Região Metropolitana, Região dos Lagos, Norte, Centro-Sul e Sul Fluminense, Médio Paraíba, Costa Verde e da Região Serrana.

Diversas cidades ainda prometem aderir e municípios da Região Metropolitana se unirão ao grande ato programado para 10h na Avenida Presidente Vargas, com concentração no Monumento Zumbi dos Palmares.

O crescimento do número de atos é importante para fortalecer a democracia, a vida e a defesa dos direitos dos trabalhadores, afirma Para Sandro Cezar, presidente da CUT-Rio. "É preciso fortalecer a luta pela democracia em todos os espaços", diz o dirigente. 

"Aqui no Rio de Janeiro, quase todas as regiões têm mobilização marcada para o 24J. Nós estamos diante de um dos maiores movimentos de união pela democracia e contra o fascismo genocida de Bolsonaro e não vamos parar", acrescenta.

"Nossa luta é pela vida, por vacina, por auxílio emergencial de R$600, por segurança alimentar e emprego para brasileiras e brasileiros", pontua o presidente da CUT-Rio.

"Vamos mais uma vez ocupar as ruas em defesa das nossas estatais, contra essa reforma administrativa e por uma reforma tributária justa e solidária. O projeto macabro desse governo de destruir o nosso país precisa ter um fim. Vamos às ruas!”, conclama Sandro. 

A CUT-Rio intensifica a convocação de toda a população fluminense para participar dos protestos com ações espalhadas pelo estado. Cerca de 40 outdoors em diversos locais denunciam a corrupção e o sadismo de Bolsonaro: eles exibem uma charge em que o presidente está sentado sobre uma seringa, que representa a vacina contra o coronavírus, mas ao invés do antígeno para a doença, o que sai dela são notas de dólar.

A indignação cresce e diversas personalidades como Paulo Betti, Lucélia Santos, Osmar Prado, Cristina Pereira, Nando Cunha e a doutora em direito e professora da UFRJ Carol Proner e o teólogo e professor Leonardo Boff fazem parte da campanha realizada pela CUT-Rio. Em vídeos eles respondem à pergunta “Por que Bolsonaro não deve continuar na presidência?” e  convocam para a mobilização de sábado.

Entre quinta-feira, 22, e sexta-feira, 23, na rádio Bandnews e em carros de som pela cidade, circulam críticas ao governo e mais convocações para o ato.

A CUT-Rio reforça a orientação da direção nacional da CUT para os cuidados sanitários que precisam ser tomados para evitar a disseminação do novo coronavírus. O uso da máscara e do álcool 70° é imprescindível. Além disso, é preciso atentar também para o máximo distanciamento social possível.

Confira os pontos de encontro por município:

Rio de Janeiro - 10h, Monumento Zumbi dos Palmares

Angra dos Reis - 10h, Praça do Papão

Barra de São João - 10h, Praça das Primaveras

Barra do Piraí – 9h, Praça Nilo Peçanha

Búzios – 16h, Praça da Escola Nicomedes (em frente ao Porto da Barra)

Cachoeiras de Macacu – 9h, Praça Duque de Caxias

Campos – 10h, Praça São Salvador

Cordeiro – 18h, Avenida Raul Veiga - Praça central de Cordeiro (próximo ao Coreto)

Macaé - 9h30, Praça Veríssimo de Melo

Miguel Pereira - 12h, em frente à Fornemat

Nova Friburgo – 14h, Praça Getúlio Vargas

Nova Iguaçu (ato no dia 23/07) – 15h30, Praça Rui Barbosa (em frente ao Banco do Brasil)

Paty do Alferes – 10h, Praça do Fórum

Paraty – 16h, Concentração no Chafariz

Petrópolis - 11h, Praça da Inconfidência

Resende – 10h, Mercado Popular

Rio das Ostras – 10h, Praça Bangu

São Fidélis - 10h, Praça Guilherme Tito de Azevedo

Teresópolis - 9h, Praça do Sakura

Três Rios – 16h, São Sebastião

Valença - 9h30, Jardim de Cima

Vassouras – 10h, Praça Eufrásia Teixeira Leite

Volta Redonda – 9h30 – Praça do Cantinho, Av. Amaral Peixoto