• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

É inadmissível a decisão unilateral do banco Santander

O Sindicato dos Bancários de Niterói e região alerta para a exploração dos funcionários através de justificativas de colaboração “social” com a economia do país.

Publicado: 10 Abril, 2019 - 11h12 | Última modificação: 10 Abril, 2019 - 19h09

Escrito por: CUT Rio

Internet
notice

É inadmissível a decisão unilateral do banco Santander de instituir a abertura das agências aos sábados. A medida fere diretamente o acordado na Convenção Coletiva de Trabalho dos bancários, em vigor até 2020, que estabelece o trabalho de segunda à sexta-feira.

O Sindicato dos Bancários de Niterói e região alerta para a exploração dos funcionários através de justificativas de colaboração “social” com a economia do país. Abrir as agências bancárias nos finais de semana nada mais é que aumentar a atuação no mercado e os lucros através das metas abusivas impostas à categoria.

O momento é de barrar essa atrocidade do Santander. A categoria deve se unir para que os demais bancos não tentem impor a mesma prática de abertura das agências aos sábados.

A comunicação feita através de um vídeo enviado aos funcionários do Santander demonstra total desconsideração do banco. Toda e qualquer mudança deve ser negociada e comunicada previamente à categoria.

A justificativa do presidente do Santander no Brasil, Sérgio Rial, é de que os bancos abririam no fim de semana para fomentar a “educação financeira familiar” da população brasileira.

O Brasil representa uma grande fatia do lucro mundial do Santander. Em 2018, foram mais de R$ 12 bilhões, 52% a mais que em 2017. As diretorias do banco serão acionadas pelo Sindicato e demais órgãos de representação dos trabalhadores para barrar a decisão arbitrária e fora de contexto.

Jorge Antônio Porkinho – Presidente do Sindicato

carregando
carregando